O Socialismo Real Nunca Foi Tentado

Pílulas Vermelhas

Estamos comemorando agora os 30 anos da queda do muro de Berlim e é impressionante o número de socialistas que também estão comemorando.

Não seria isso incongruente? Para a maioria dos socialistas, não. Para eles, a ideia era boa, mas executaram errado. Distorceram Marx, distorceram Lênin, transformaram os ideais maravilhosos em uma ditadura, em governos despóticos e autoritários.

E, para eles, o que aconteceu na União Soviética e na Alemanha Oriental não tem nada a ver com as promessas de um mundo perfeito, socialista, ou como alguns preferem, comunista.

O que eles não percebem, é que não é mera coincidência que todos os países que colocaram políticas socialistas em prática se tornaram autoritários.

Isso aconteceu (ainda acontece, infelizmente), não pela ganância, nem porque deturparam algum intelectual, mas simplesmente porque ninguém quer um socialismo “de verdade”.

Tudo muito bonito, até o momento em que você pára de receber e começa a entregar mais do que ganha. Enquanto você está sendo beneficiado às custas dos outros, ótimo. Quando o jogo vira, “ah, o estado virou uma ditadura”.

E se todos sabem que vai descambar para uma ditadura, por que continuam socialistas? Porque o melhor cenário é o que em os outros vivem no socialismo e eu no capitalismo, sem me esforçar, as custas dos escravos.

A partir do momento que você não é mais dono de si mesmo, do seu trabalho, é isso que você é, um escravo.

Ah, mas o socialismo não quer acabar com toda propriedade privada, apenas a dos meios de produção. Não se esqueça, se você está trabalhando, então você também é um meio de produção.

Agora, se você não vai precisar trabalhar, pode ter muitos escravos para te sustentar, esse é um ótimo cenário. É por isso que ainda existem socialistas.

Veja se algum líder socialista de países como Coreia do Norte, Venezuela ou Cuba passa alguma fome ou necessidade. Pelo contrário, estão nadando em dinheiro.

Voltando à incongruência de socialistas comemorando a queda do muro de Berlim, gostaria de lembrar várias outras incongruências, que se disfarçam no nome.

A República Democrática da Alemanha, que nada tinha de democrática.

A República Popular da China, que nada tem de popular.

A República Popular Democrática da Coreia, que nada tem de democrática nem de popular.

Há mais de 150 anos utilizam o socialismo para te enganar. Todos acharam que isso acabaria com a queda do muro de Berlim e com o fim da URSS.

Ledo engano. Apenas se metamorfosearam e mudaram o significado das palavras. Continuam tentando te enganar.

Como já dizia Orwell, deixando bem claro o funcionamento do discurso socialista-totalitário:

Guerra é Paz
Ignorância é Força
Liberdade é Escravidão

Não se deixe enganar pela novilíngua.

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *